6.05.2008

A brilhar sob o Sol do Alentejo




Maior central solar do mundo deverá começar a produzir electricidade em Março


[...] "Em declarações à Lusa, José Maria Pós-de-mina, presidente
do município de Moura [PCP], que há seis anos idealizou a central
e criou a Amper, adquirida em 2006 pela Acciona, congratulou-se
hoje com a "concretização efectiva" do projecto "muito positivo
para o desenvolvimento do concelho".

A central vai posicionar o concelho de Moura numa posição muito importante a nível mundial no sector das energias renováveis" e "poderá atrair outros investimentos associados", frisou o autarca, destacando a fábrica de assemblagem de painéis solares, também propriedade
da Acciona e em construção em Moura.

Por outro lado, lembrou, a Acciona, quando adquiriu a Amper, disponibilizou dois fundos para a autarquia.

Um deles, no valor de três milhões de euros, será "decisivo"
para o processo de arranque do Tecnopólo de Moura, dedicado à investigação e criação de empresas do sector das energias renováveis, e o outro, de 500 mil euros, destina-se à construção de infra-estruturas sociais no concelho, precisou o autarca." [...]

@: portaldemoura.com



Central Solar
no concelho de Ferreira do Alentejo






O projecto da GENERG que irá instalar 12 MW de Energia Solar no concelho
de Ferreira do Alentejo é apresentado já no dia 6 de Junho de 2008.



"No próximo dia 6 de Junho de 2008 pelas 16:30, no Auditório
da Feira Nacional da Água e do Regadio de Ferreira do Alentejo,
com a presença do Presidente da Câmara de Ferreira do Alentejo
Dr. Aníbal Reis Costa [PS] e com a presença do Presidente da Comissão Executiva da GENERG Eng. João Bártolo e o Administrador Eng. Hélder Serranho, será apresentado o primeiro projecto do Grupo GENERG para uma Central Solar a instalar inteiramente no concelho de Ferreira do Alentejo.

Para esta Central prevê-se a instalação de 63.360 módulos fotovoltaicos, abrangendo uma área de cerca de 60 ha. O início
da construção deste projecto está previsto para o mês de Junho e deverá ficar concluído no primeiro semestre de 2009.
Trata-se de um investimento na ordem dos 51 Milhões de Euros
e uma potência instalada de 12 MW, com uma produção estimada de 21,3 GWh, tratando-se do maior investimento (em energias renováveis) feito naquela região, com uma produção de energia eléctrica suficiente para suprir as necessidades do Concelho."

@: jfreguesias.com


Marca Ferreira do Alentejo



"Objectivos:


- Melhorar a imagem empresarial do Concelho de Ferreira do Alentejo;
- Facilitar o aumento da procura regional/ nacional dos produtos
e serviços do Concelho;
- Contribuir para uma cultura organizacional das empresas
do Concelho de Ferreira do Alentejo mais orientada para o mercado e mais centrada na promoção e nos factores intangíveis de diferenciação e valorização da oferta;
- Contribuir para uma cultura de promoção do que é verdadeiramente produzido no Concelho de Ferreira do Alentejo;
- Criar um instrumento de dinamização empresarial pela procura em "fazer mais e melhor" assumindo uma valorização constante dos produtos endógenos."[...]

"A promoção do desenvolvimento económico surge com a questão
de maior acuidade no concelho de Ferreira do Alentejo.
Atenta a esta questão, a Câmara Municipal de Ferreira do Alentejo tem, nos últimos anos, dedicado especial atenção aos factores críticos do desenvolvimento e lançado algumas iniciativas visando a dinamização das actividades económicas e do empreendorismo.

A promoção do desenvolvimento económico, com a criação local
de riqueza, faz-se através da criação, instalação e expansão
de empresas, que aproveitando os recursos locais, criam postos
de trabalho e contribuem para a fixação da população e para a melhoria da qualidade de vida dos residentes. Sendo a actividade empresarial uma actividade de risco, a atracção de investimento pode ser conseguido através de um conjunto de medidas focalizadas na minimização do risco e no reforço da probabilidade de sucesso das iniciativas.

A informação é um dos instrumentos fundamentais para reduzir o risco de decisões menos adequadas." [...]

@: cm-ferreira-alentejo.pt




Sistema de incentivos Autárquico



Fundo de Apoio às Micro Empresas do Concelho (FAMEfa)



"A existência de sistemas de financiamento adequado(s) aos pequenos projectos empresariais desempenha, em muitos casos, papel decisivo na sua concretização.

Os promotores destes pequenos projectos encontram no crédito bancário o seu principal ou exclusivo meio de financiamento.
Este é geralmente caro, burocrático e exigente em termos de garantias. Vencer este bloqueio e encontrar uma solução de micro-crédito que seja simultaneamente barata, rápida e flexível é um factor determinante para a promoção do espírito empresarial.

Para atenuar este problema a Câmara Municipal de Ferreira do Alentejo decidiu lançar o Fundo de Apoio às Micro Empresas de Ferreira do Alentejo (FAMEfa). [...]

"O Fundo foi criado em 23 de Novembro de 2002, com cem mil euros (100.000,00€) e foi reforçado em Novembro de 2003 com mais cem mil euros (100.000,00€).
Neste momento o Fundo é constituído por duzentos mil euros (200.000,00€).
Estima-se que o Fundo possa ser reforçado anualmente com o objectivo de poder vir a atingir um valor de quinhentos mil euros (500.000,00€) em 2007."

@: cm-ferreira-alentejo.pt

24 comentários:

Anónimo disse...

Porreiro, estou curioso em saber qual o fundo de apoio às micro-empresas que a Câmara Municipal de Viana reserva aos pequenos empresários do concelho que, como é sabido, nestas coisas o Estêvão está bem assessorado e não se deixa atrasar.
Ainda bem que vim ver o blog, mas já comecei a matutar e vai ser difícil dormir esta noite descansado. Amanhã, quando forem 9 horas estou caído na Câmara para ir ao Gabinete de Apoio ao Investidor para saber como é. Se não for bem atendido falo com o Presidente.

Confeitaria da Estação, Unipessoal, Lda.

Anónimo disse...

Saiba que a CMVA, também tem, desde 2006, um fundo disponível de 50000 euros a que nunca ninguém recorreu.
Esta iniciativa foi divulgada em sessão pública no Cine-Teatro com a presença de alguns empresários do concelho.
Se ninguém a aproveita é outro assunto, mas não vale a pena acusar a Cãmara de não ter aderido ao FAME. Essa crítica/piadinha não tem fundamento

Anónimo disse...

Ok, muito bem, parece que finalmente estamos a chegar a algum lado.

Cristal de Alcobaça

Anónimo disse...

Segundo o censos de 2001, vocês são responsáveis pelo bem estar e desenvolvimento social de 5615 almas (699 em Aguiar, 2088 em Alcaçovas e 2828 em Viana do Alentejo).

Desde 2006 têm um fundo para novos empreendedores, que ninguém aproveitou e acham normal? Fizeram uma reunião com empresários e tiraram o cavalinho da chuva? Não se importam em procurar novos valores, anunciar as possibilidades ou seduzir empreendedores para novos projectos estruturantes no Concelho?

Vocês andam deprimidos ou são incompetentes?
As reuniões de Câmara mais parecem uma boda aos pobres, subsídio para aqui, subsídio para acoli, piscina para aqui, piscina para acolá...

Qual é a vossa visão de Viana do Alentejo daqui a 5, 10 ou 15 anos?

Será que são uma cambada de burocratas esclerosados, ou são simplesmente maus (e estão a abotoar-se com os parcos recursos do concelho)?

não assinado

Anónimo disse...

Olha..... mais um esperto !
Velho Potes

Anónimo disse...

Cada vez são mais. Vossas Exas. têm feito por isso. A malta já os bispou e começa, gradualmente a virar-se contra os donos. E também Velho Potes na escola sempre se vai aprendendo alguma coisa. Aconselho-o a dedicar-se mais à leitura.

Professor Rodrigues

Anónimo disse...

Velho Potes, etás perfeitamente identificado. De velho não tens nada. nem a sabedoria dos anciãos, entre os quais tanto discurso botas entra na tua mente ambiciosa.

OLHAR e VER

Anónimo disse...

Boa noite
Mais uma novidade, pois não conhecia a existência deste fundo. Mas a meu ver e analisando os comentários no blog, parece que também poucos sabiam. Agora resta-me perguntar, se este dinheiro não foi reclamado pelas empresas, qual foi o seu destino?

*Jovem Eleitor*

Anónimo disse...

Por todo o lado se trabalha para encontrar novos caminhos, alternativas para o futuro.
E por aqui?
12 anos é muito tempo!

Cega Gatos

Anónimo disse...

Para responder à falta de interesse pelo credito disponibilizdo, não basta a propaganda é necessário definir linhas de trabalho direcionados para os possiveis interessados. Mas será que os eleitos de Viana estão interessados nisso? Andam mais preocupados nas suas vidas pessoais, logo falta-lhe o tempo para se dedicarem ao Concelho, raramente os vimos junto das tais 5615 almas que aqui vivem.
JOÃO DA Horta Velha

Roman Abramovich's disse...

Afirma o segundo comentador que a Câmara de Viana também tem, desde 2006, um fundo disponível de 50 000 euros. Para além daquilo que as outras pessoas já comentaram, ressalta o facto de a Câmara de Viana só ter criado este fundo em 2006, enquanto a Câmara de Ferreira o criou em 2002.

FORAM 4 ANOS DE ATRASO E DE INEFICIÊNCIA!

Como vai sendo normal andamos sempre na cauda do desenvolvimento relativamente aos outros concelhos. Também não deixa de ser interessante que vamos sabendo destas marchas lentas pelos outros, neste caso pela informação valiosa prestada pelo segundo comentador. Ainda bem que a informação é cada vez mais global e permite, por enquanto, que extravase os conteúdos dos oficiosos Boletins Municipais

Sem pretender qualificar o aparelho de agitação e propaganda da Câmara, pois estamos também a falar de pessoas que só têm para vender a força do seu trabalho, considero que o desempenho deste Serviço está muito longe do exigente trabalho realizado por António Ferro que dirigiu a máquina de propaganda do Estado Novo e que, se ainda fosse vivo, seria o técnico ideal para tornar eficaz a divisão que faz a propaganda das grandes realizações do Regime Autárquico que nos vai governando.

Roman Abramovich's

Anónimo disse...

Roman Abramovich's

Sabes essa do Regime Autarquico que nos vai governando, tá fixe... E sabes porquê: se lá trabalhasses sabias que ali impera em pleno seculo XXI o regime do Estado Novo que vulgavamos pertencer ao seculo passado! Vai lá ver como é... Até arrepia! E se nos paços do concelho as vezes ainda se disfarça com palmadinhas nas costas de alguns, no estaleiro municipal vivem-se tempos de tarrafal!
Vão lá ver e constatem...

Anónimo disse...

É pá, começo a ler aqui coisas que há muito se ouvem por toda a vila.
Não me parece que este blogue dure muito mais tempo, é pena !

Um e dois e três era uma vez...

Anónimo disse...

Pessoal, vamos lá a ter calma.
Hás páginas tantas, estamos, a fazer o jogo do Diamantino e "sus muchachos", e ganhamos como recompensa 12 (doze) anos de dolorosas penetrações que até nos lixamos.
Afinal quais são as alternativas? Com tanta transparência e parede de vidro , será que alguém tem ideia?
"p'ra melhor está bem está bem, p'ra pior já basta assim"

Anónimo disse...

A questão é que não há pior do que o que temos actualmente...
E a mudar de facto, só se fôr para melhorar... E parece que há alguém que acha que há poucas alternativas... A ver vamos!!!
Não havia umas mentes iluminadas que andavam a tratar dum embuste com vista à criação dum movimento de independentes e descontentes... Porque esperam ? Porque não se libertam daquilo a que ao que parece nada vos diz e vos manteem contrariados ? A vida só faz sentido vivida em LIBERDADE plena... Quem não tá bem, só tem que mudar-se!
FORÇA...

Anónimo disse...

Só que este já está gordo e com um prazo de validade de quatro anos, segundo o que li, agora o outro, família e restantes pedras preciosas...
A menos que as oposições desta vez se mandem para a frente e assumam, de uma vez por todas, as suas responsabilidades para com o concelho.

Anónimo disse...

Boa ! Que venham outros... ups que venha a oposição ! Mas que se acabe com este marasmo politico, que parou o concelho de todo o sol do alentejo!
Vamos nessa pessoal!!!

Anónimo disse...

´´Ò companheiro que se assina como Prof. Rodrigues, acredito que não me faria mal dedicar-me mais á leitura ou talvez tambem voltar á escola, pois estarei sempre disposto a aprender mais qualquer coisita, porque Velho ou não, não sou daqueles que penso que já sei tudo, ao contrário de muitos que por aqui vão botando discurso. Agora também te digo se o meu Prof.Rodrigues cá volta-se muitos como tu e outros talvez tivessem outra formação e tento na lingua.

E já agora esse tal de OLHAR e Ver que vês tudo menos o que deves, dizes que estou perfeitamente identificado, isso é para eu ter medo de me pernunciar é? tás enganado posso não ter a vossa disponibilidade mas deixar de dar a minha opinião(Sem entrar em vida alheia) isso não deixarei certamente, com ou sem ameaças
Velho Potes

Anónimo disse...

Velho Potes
Nem sempre concordo contigo, mas deixa me dizer te, que em relação ao calar das vozes contra correntes com ameaças ou sem elas, também não vou nisso!
Como diz o fado... " até que a voz me doa..."
Muita tinta há-de correr.......

Anónimo disse...

Criancices é aquilo que eu aqui só leio... vão trabalhar... os fundos da União Europeia estão-se a acabar e em 2011 depois é que vai ser fome...

Anónimo disse...

Hummm... agora tão preocupados com a fome em geral, que bem ! :)

;) O pessoal arranja uns part times prós tempos livres a fazer umas limpezas e as finanças equilibram, iolol

Anónimo disse...

Velho Potes,
A sua presença neste blog é um privilégio e é sempre salutar o contraditório. Continue porque penso não existirem algemas neste espaço. Quando lhe disse para se dedicar mais à leitura estava a espicaça-lo, face ao seu comentário anterior

Cumprimentos

Professor Rodrigues

Anónimo disse...

Agora vou de férias uns dias lá para a aldeia, e lá não tenho estas modernices.
Mas para o mês que vem já cá estou pronto outra vez para contra dizer ou não porque eu também acho que muitas coisas estão mal ou não vão muito bem, mas da forma como aqui (na maioria das vezes) são escritas, eu não consigo nem quero participar.
E deixe-me dizer, as pessoas são livres de se manifestarem e devem faze-lo mas não sejam obsecados pela CM, á muito no nosso concelho para mexer e muita gente fica feliz porque as espingardas estão só viradas para duas ou trêz pessoas do Municipio, e enquanto isso acontecer vai havendo quem se aproveita dessa situação.
Velho Potes

Anónimo disse...

Por isso mesmo vivemos em liberdade, dizem... :)

Cada um pensa e sente sobre o que entende... ;)

É saudável haver diferenças, creio !

Cumprimentos

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.