10.20.2008

Carta Aberta



ao "Anónimo de Há Cunhas
na Câmara Municipal"



Antes de entrar naquilo que me leva a escrever-lhe, terei de lhe dar os parabéns, pela forma como a carta anónima está escrita, o que pressupõe ser de alguém culta ou ser do tempo, em que se ensinava a escrever e a ler na escola.

Quanto às causas da mesma, dou-lhe alguma razão, porque de facto as coisas não são feitas assim…Ironizando, coisas destas só os outros partidos fazem e, em especial o actual Governo; já que eles (leia-se PCP) são "incapazes" duma coisa dessas.

Disse acima "alguma razão" porque afinal o "anónimo" tem andado distraído, é cego ou não tem querido ver, a prática; quer dos senhores da actual equipa da Câmara (em quem diz que votou); quer do PCP /FEPU /APU /CDU, ao longo dos anos. Em todos os concursos de pessoal (ou quase todos) tem sido assim. Não entram habitualmente os melhores, mas sim os deles (leia-se militantes /simpatizantes ou os que se prestam para bufos do Encarregado, Chefes, Presidente e /ou Vereadores). Aproveito desde já para lhe dizer também, que sei quem vai ser o Técnico Superior de Turismo, que vai entrar para a Câmara e, cujo concurso decorre ao mesmo tempo daquele, que tanto o incomoda (vem no mesmo Diário da República) como soube antecipadamente quem iria ser o Fiscal Municipal (António João Falé) que há algum tempo entrou para a Câmara e, que ironizando graças a Deus tem feito um óptimo trabalho, em prol daqueles que não gostam do actual executivo camarário…Também posso indicar a quem são sempre entregues as obras, quer da Câmara Municipal; quer da Junta de Freguesia, que não necessitam de Concurso Público, ou a quem são comprados meros artigos de informática, ou mesmo simples brindes publicitários. Há uns tempos atrás também sabíamos com antecedência quem iria ser o empresário (Terra D'Arte) dos artistas, que vinham actuar nas respectivas Festas e Feiras, mas felizmente que a Polícia Judiciária se meteu em campo e, vai acabar com a mama a alguém.

Como vê caro "anónimo" há imensa gente que ao longo dos anos tem sido injustiçada e, mesmo perseguida porque cometeu o crime de não ser militante /simpatizante do PCP /FEPU /APU /CDU e, teve a coragem de não virar a casaca ao contrário doutros, que hoje são figuras de proa no Concelho (em quem diz que votou) e, que à conta disso têm acumulado fortunas pessoais incalculáveis. Por mim há muito que reparei que eles não SERVEM, mas sim SERVEM-SE (por isso não voto neles) em benefício próprio. Dando-se um simples passeio por algumas azinhagas verificará que aquelas que dão acesso a propriedades do Presidente da Assembleia Municipal e a uma propriedade "secreta" do senhor Presidente da Câmara Municipal estão arranjadas (com máquinas e pessoal da Câmara é claro) … enquanto outras aguardam melhores dias. Porque será? Há outros nomes, mas não os digo porque têm família e, que por questões éticas, respeito, ao contrário dalguns, que vão buscar o nome de mortos (Zico) para atacarem os seus filhos, nas "brincadeiras" da Internet.

Há uma grande diferença entre nós, já que o "anónimo" só agora ficou revoltado e esclarecido (?) porque alguém seu conhecido ou familiar foi atingido, enquanto eu democrata, quero transparência em todos os actos, independentemente de quem os pratica e, podermos ambos assinar com o nosso nome todas as cartas, sem medo de represálias. Foi para isso que se fez o 25 de Abril (tão grato ao PCP) mas que só serve quando lhe convém.

Com os melhores cumprimento
Do amigo
Serra Vicente

Recebido em: vianadoalentejo@hotmail.com

21 comentários:

Anónimo disse...

Olha o Serra Vicente da familia dos Serra Vicente! Falas de uns e não falas de outros porque têm familia!! Os outros obviamente não têm!! Viva a Democracia e a tradicional familia "Serra Vicente".

Anónimo disse...

Este comentário vem, uma vez mais, reiterar o que todos desde há muito sabemos: a cunha é o mecanismo privilegiado para se entrar na administração pública portuguesa, seja ela a local ou a central. Como Viana do Alentejo não é excepção, temos pois uma câmara onde paira a suspeição de que uma grande parte dos lugares mais interessantes têm vindo a ser ocupados pelos "camaradas" e afins, cujos nomes são por vezes sugeridos pelo próprio partido… Eu próprio conheci alguns colegas na faculdade que, ainda antes do curso acabado, já tinham a garantia do PCP da câmara do Alentejo para onde iriam trabalhar mal o concluíssem. Claro que com os outros partidos a coisa não será muito diferente, afinal todos eles sabem que a sua sobrevivência eleitoral passa pela sua capacidade em servir as suas clientelas. Por exemplo, é também voz corrente no concelho de Viana do Alentejo que os lugares do Centro de Saúde são distribuídos pelo actual partido do governo.
Enfim, a cada partido sua coutada.
O drama é quando a clientela é muita e os lugares são poucos. Nestes casos, pelos vistos e por via da crise cada vez mais frequentes, o conflito acaba inevitavelmente por surgir: eis então que se “zangam as comadres”, como diz a proverbial sentença, “e se descobrem as verdades…”. Ou, pelo menos, as meias-verdades…
É por estas e por (muitas) outras que cidadãos como eu se revêem cada vez menos neste modelo de “democracia”. Este sentimento de desilusão está a instalar-se cada vez mais na sociedade portuguesa, sendo o aumento do absentismo eleitoral a “prova provada” disso. No século passado foi precisamente o aparecimento de um sentimento semelhante, no período que se seguiu à Primeira Grande Guerra e generalizado a grande parte da população europeia, que ajudou a criar as condições politicas e sociais para a emergência dos diversos totalitarismos, o soviético incluso. Com memória tão curta, tudo indica que estamos interessados em repetir tão horrenda experiência.

Quanto ao anónimo anterior e ao (não)conteúdo do seu comentário pouco haverá a dizer: trata-se obviamente do polícia político em serviço de vigilância permanente e gratificada a este “perigoso” blog. A cumprir a sua negra missão.

Joaquim Maria D.

Anónimo disse...

Que grande carta! Está de parabens!
Já agora aproveito para completar que vi muitas das vezes maquinas da cãmara a entrar para o local da antiga fratejo situado ao pé da MIA. Alguem me sabe dizer porque?

Anónimo disse...

Arre. Vai sempre tudo parar às "famílias"!?? Aqui (praça pública) deve falar-se de política/actores políticos/actos políticos. Ou só o Sócrates e a Manuela é que podem/devem levar bordoada?

Será que os nossos "representantes" são tão prima-donas (covardes?) que reinterpretem todas as críticas como sendo ataques pessoais?
Em vez de desvalorizarem a opinião alheia, respondam aos vossos munícipes, (que são todos) e não só àqueles que em vós votaram. Digam das vossas razões. Desembuchem!!! Irra.

Anónimo disse...

boa malha meu os gajos nos blogues deles já viste o de Èvora e onde calha nas paredes e nas manifes podem arrear como querem e a quem querem não se lembram do boato do Socrates bicharoca quem é que o teria posto a correr estes tipos comunistas mandam a baixo toda a gente e ás vezes bem mas quando a gente quer falar nas merdas deles tá quieto ó mau que os ataques são pessoais irra viana tá uma merda só não vê quem não quer mas quando a gente quer falar disso cai o carmo e a trindade porque nós é que fazemos e vocês não fazem nada e o que vocês querem é destruir o que nós já fizemos e quando o pêésse teve na câmara só fez merda e vocês querem fazer o mesmo e nós é que sabemos e temos experiência e eu pergunto que experiência é que o tal senhor tinha quando foi para a câmara e vocês são dois ou três e nós é que somos o povo e vocês são uns cobardes porque não assinam mas nós somos muito corajosos e também não assinamos chiça não há pachorra se isto é democracia eu sou a princesa Diana olha se calhar sou mesmo
Guidinha

Anónimo disse...

Que saudades da Guidinha.

Anónimo disse...

A PJ entrou em campo mas parece que não fez nada pessoal. Para que não sabe ou não reparou a empresa de espetáculos continua a ser a mesma terra d'arte. Pelo menos o careca lá andou na feira

Anónimo disse...

lol... andou e há-de andar...

Anónimo disse...

Isto descobre-se cá com cada coisa... Nas proximas já não voto no PCP! Ja estou arrependido!

Anónimo disse...

Sempre apreciei os teus comentários e intervenções ao longo dos tempos. Intermitentemente,é certo, vou tendo o privilégio de trocar ideias contigo e surpreende-me esta tua veia interventiva, neste blog. Nada te atemoriza (nunca isso foi problema para ti)e por isso não conseguem calar-te.Será que desta vez te decides definitivamente? O peso do teu apoio será decisivo.
Força Joaquim Maria D.

polvorosa disse...

Grande trapalhada este caso aqui denunciado.
Conheço pessoas honestas que têm experiência adequada e currículo para os concursos, concorreram normalmente convictas de este ia ser um concurso honesto.
Gostava que houvesse uma explicação dos responsáveis porque para afectar a credibilidade da instituição que gerem, não há nada pior do que este comprometedor silêncio.

Anónimo disse...

O silêncio também oculta e disfarça a pouca limpidez destes e de outros actos administrativos exercidos por esta gestão autárquica
Para quê esclarecer os munícipes e as pessoas que concorreram, dar a cara, quando todos nós sabemos o cheiro fétido que tresanda daqueles lados.
Qual a atitude dos elementos do júri que fazem parte destes concursos, ao saberem desta suposta cabala?

Anónimo disse...

Mas ainda não viram que isto é só uma desculpa para instalar a confusão e dispersar as atenções lolol....

E já agora quando a PJ ataca e se documenta dos favorecimentos à Terra d'Arte, a inteligência é tanta que para os despistar, apenas criaram outra empresa para continuarem os negócios ;)

Quem é esperto, quem é lolol...

Anónimo disse...

Quem cala consente!

Zé Ribeiro disse...

Há tantos "anónimos" nesta terra...
Zé Ribeiro

meia dose disse...

então não sabem que a câmara só funciona à base de cunhas? pois fiquem a saber que em todos os aspectos... pois se bem me lembro há uns aninhos atrás nos concursos dos terrenos só foi beneficiada a família, isto é não houve primo nem prima que não tivesse terreno... os concursos só são feitos para inglês ver porque o lugar já está mais que preenchido, e quando se for pedir explicações e formos ao fim da questão não há resposta para ninguem e muito menos justificações... assim aconteceu comigo que continuo à espera de uma resposta da câmara desde 2000 como aprofundei o assunto não tinham como me responder é triste nem uma simples cartita... enfim... viana é assim só funciona com as benditas cunhas

Anónimo disse...

ZÉ RIBEIRO

Não há muitos anónimos, são sempre os mesmos, quem lê até pensa que são muitos, mas não.Quanto ao conteúdo deste post, só pode ser de quem não conhece os job for the boys, ou de quem nunca foi a nenhum atendimento ou a casa de algum autarca pedir emprego para a filha, mulher, primo, pai ou mãe. Quando são servidos, é tudo gente boa, quando não são há cunhas. Claro que no centro de saúde e no lar entra toda a gente que se candidata aos lugares sem qualquer cunha.Pois, vamos todos fazer de conta que é verdade e que uns são os maus e outros os bonzinhos.
Leonardo Esperto

Anónimo disse...

Estou a gostar do debate, fiquei mais esclarecida. No fim de contas está tudo bem, não se passa nada. Afinal é tudo mentira e o que não é mentira é completamente 'normal', como é que alguém poderá ter pensado o contrário?
Já vou dormir melhor esta noite!

peixe banana disse...

Sinceramente acho que este é um assunto sério que vem minando a democracia e a economia quer local, quer nacional. Este é o tipo de corrupção que em portugal já não se chama corrupção porque passou a fazer parte do sistema e do modo e funcionar das instituições. A cmva é só mais uma a subverter o principio da coisa, a democracia está cheia de medos escondidos e de poderes absolutos. A nós resta-nos colocar o voto na urna e esperar por dias melhores.

Anónimo disse...

Porreiro pá é isso mesmo....

Anónimo disse...

É isso mesmo, pá, não tenhas dúvidas.

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.